Dêixis… Já ouviu falar disso?

Dêixis é  uma palavra de  origem  grega que significa apontar ou indicar e tem como exemplares os pronomes demonstrativos, os pronomes de  primeira e segunda pessoa, os tempos verbais, advérbios de tempo e lugar e uma infinidade de outros  recursos  linguísticos (LEVINSON, 2009).   É ela quem nos  permite, na prática da linguagem, localizar e identificar pessoas, objetos, eventos aos  quais  nos referimos no  momento da comunicação.

Os  dêiticos são objetos de  estudo da Pragmática, uma área da Linguística que analisa a relação entre o significado das palavras, os interlocutores e  o contexto da comunicação. São elementos que  contribuem  para a coesão e estabelecem, portanto, uma  relação de sentido entre as partes do texto. Uma  vez  que  tais elementos são  usados para  substituir outros  termos,   nós  podemos compará-los a um coringa, aquela carta do  baralho  que muda de valor conforme  a combinação de cartas que  o  jogador  tem. Em linguagem  popular, o  coringa é  um elemento  usado  para substituir outro.

 

Quais  são os tipos de dêiticos?

  1. Dêixis de pessoa
  2. Dêixis de tempo
  3. Dêixis de lugar
  4. Dêixis de discurso
  5. Dêixis social

 

1. Dêixis de pessoa

Se não conseguir  visualizar  o  player,  clique assista no  YouTube.

A canção bye, bye, Brasil,  lançada por   Chico Buarque e  Roberto  Menescal em 1980, é  um  exemplo de  texto  bastante  ilutsrativo  para  esse tipo de dêitico:
Bye bye, Brasil
A última ficha caiu
Eu penso em vocês night and day
Explica que tá tudo okay
Eu só ando dentro da lei
Eu quero voltar, podes crer
Eu vi um Brasil na tevê
Peguei uma doença em Belém
Agora já tá tudo bem
Mas a ligação tá no fim
Tem um japonês trás de mim
Aquela aquarela mudou
Na estrada peguei uma cor
Capaz de cair um toró
Estou me sentindo um jiló
Eu tenho tesão é no mar
Assim que o inverno passar
Bateu uma saudade de ti
Tô a fim de encarar um siri
Com a bênção de Nosso Senhor
O sol nunca mais vai se pôr

Observe que  o  texto assemelha-se  a uma  ligação telefônica entre  um indivíduo que  deixou deixou  sua  cidade e telefona para  alguém  da família. Assim, todo o poema  é  elaborado de  modo que o  leitor/ouvinte perceba que  é  uma  interação entre duas pessoas, apesar de a segunda não participar explicitamente do texto  –  nós  é  que  inferimos as  respostas ou perguntas  feitas do outro  lado do  telefonema.

dêixis pessoal corresponde a termos que remetem às pessoas do discurso, aquelas  que  participam do ato da comunicação. Os dêiticos pessoais referem-se ao  próprio falante e ao seu  interlocutor.  Nesse grupo, estão os

  • os pronomes pessoais de 1.ª e 2.ª pessoa: eu, tu, nós, vós, me, te, nos, vos…;
  • os pronomes possessivos de 1.ª e 2.ª pessoa: meu, teu, nosso, vosso…;
  • os sufixos flexionais de pessoa-número: cantas, cantamos;
  • os vocativos.

 

2. Dêixis de tempo

Para compreender a dêixis temporal, podemos recorrer  novamente à  canção de  Chico Buarque. Observe o  trecho  “Eu penso em vocês night and day”.  Os  dêiticos  temporais são  formas de apontar o  tempo em relação ao   momento da  enunciação da mensagem e o principal recurso é o  uso dos advérbios de tempo. No  verso destacado, os  dêiticos  são as  palavras  night (noite) e  day (dia), utilizados pelo eu lírico para  dizer que pensa na família o tempo todo.   Também os  encontramos   em “Peguei uma doença em Belém /  Agora tá tudo bem”.

3.Dêixis de lugar

deixis

A dêixis espacial “demonstra o lugar de onde  se enuncia ou  sobre o que se enuncia” (MELO, 2015, 43). Nesse caso, são  usados  os advérbios de  lugar  (aqui, aí, lá, acolá, ali…) por meio dos  quais  o falante ou  o redator indica o espaço referido sem  citar seu  nome ou  sem  o  repetir,  caso  já  tenha aparecido no  texto. É o  que  acontece  na tirinha acima.  No primeiro  quadro, Calvin  parece estar chegando de  algum lugar e se dirige ao  pai, a fim de  contar como fora seu dia.  A  frase “Brinquei lá fora e  fiz  meu dever  de casa” , presente no  segundo  quadro, contém  um dêitico espacial (o advérbio de lugar ). No  último  quadrinho,  o pai  utiliza um outro  advérbio (“aqui”).

 

4. Dêixis de discurso

O dêitico discursivo é representado por pronomes que  apontem para uma parte do texto. Esse  recurso pode  ser  conseguido  por meio dos pronomes demonstrativos ou por expressões como “no  parágrafo seguinte”, “a seguir”,  “no poema acima”, “na ilustração abaixo”.

 

5. Dêixis social

Nessa classificação, entram  aquelas expressões  utilizadas para designar papéis sociais desempenhados pelo  falante ou por seu  interlocutor e “consequentemente ao status decorrente desses papéis” (MELO, idem, p.45).  É o  caso de termos  como senhor, senhora,  mestre, doutor, doutora e outras formas de tratamento.

 

 

 Leia mais no  blog:

O que  é coesão textual? Entenda as relações

Emprego  dos pronomes relativos  –  norma e uso

Emprego dos pronomes demonstrativos

 

Referências:

LEVINSON, S.C. Pragmática. São Paulo: Martins Fontes, 2007, p. 65-116.

MELO, I. F. Você sabe o que é  dêixis? Revista Conhecimento  Prático – Língua  Portuguesa, n.22. São Paulo: Escala Educacional, 2015, p. 42-47.