[Produção textual] 5 dicas para ler antes de começar sua redação

Muitos leitores têm pedido que eu dê algumas  dicas  sobre a escrita de  uma boa redação. Esse  é um tema  recorrente aqui  no blog;  por isso,  selecionei algumas das sugestões já publicadas.

5_dicas_novo

 

 

1.Leia a proposta com atenção.

É muito importante, em  qualquer prova, ler o enunciado da  questão. Quando falamos da redação do  Exame Nacional do Ensino Médio, por exemplo,  isso  é  mais  sério ainda, visto que ela  é  uma das provas e  compreender  o que  foi  pedido  pela banca pode fazer a diferença entre a nota  zero e  a nota mil.

Preste atenção à  modalidade discursiva e ao  gênero textual solicitado. Lembre-se  de que, na maioria dos concursos,  a  modalidade  pedida é a dissertação argumentativa.  No ENEM, embora  a  banca  não explicite o gênero,  percebemos  que  o candidato deve redigir  um artigo de  opinião.

Certifique-se de que sua  redação corresponda ao tema proposto  pela  banca. Não se esqueça que fuga  ao tema é  o  suficiente para  o candidato receber  nota  zero. Depois de diversos problemas nas  provas de 2012 e  2013, como  a  inserção de  receitas de  macarrão e  a   cópia dos  textos de  outras  partes  da prova,  os avaliadores  do  ENEM tornaram-se muito  mais rigorosos na  correção:  se fugir do tema, a nota  é ZERO!

 

2. Valorize  seu conhecimento prévio.

Não fique preso somente àquilo que foi aprendido na escola e tente se lembrar de informações  obtidas em suas  leituras  na mídia, por exemplo. Nas últimas  seis edições do Exame Nacional, o enunciado da prova de redação trazia a seguinte frase: “Conhecimentos  construídos ao   longo de sua  formação”.

 

3. Defina seu ponto de vista.

 Antes de escrever, defina a tese a  ser  defendida e os possíveis argumentos para defendê-la. Esse ponto depende  muito do anterior: “O que  eu  sei  sobre isso e qual  é a minha opinião a respeito?”.

4. Planeje sua redação.

Lembre-se de que seu texto precisa  ser organizado em três blocos: introdução, desenvolvimento e conclusão. A introdução  corresponde ao primeiro parágrafo.  Nela serão apresentados o tema, os  problemas  relacionados a  ele e a tese  a ser defendida. Os parágrafos seguintes –  o desenvolvimento – devem  conter os argumentos  que sustentam a tese. A conclusão é  a retomada do tema, a apresentação da proposta de  intervenção e a  reafirmação da tese.

5. Escreva de  forma  legível.

Disseminou-se  por  aí  um mito de  que é  proibido usar  LETRA DE FORMA  ao escrever a redação nos concursos públicos, o  que  não  é  verdade.   Tudo o  que  o  candidato pode  ou  não  fazer  é determinado em  edital. No caso específico do  ENEM, a orientação é que o aluno transcreva uma determinada  frase com sua letra habitual.

Faltam alguns meses  para o ENEM 2016;  portanto, leitor,  estude bastante e  pratique a  escrita. Mantenha-se  bem   informado, refaça as  redações propostas nos anos  anteriores, escreva sua opinião sobre uma notícia recente. Estabeleça uma  meta de produção: que  tal começar com  um texto novo  por  semana?  A  professora  Margarete também dá algumas  dicas em  seu   blog Escreva certo  e vale   muito a  pena conferir.

Leia mais no  blog:

Como se preparar  para a redação do ENEM

6 mitos sobre a redação do ENEM

Como  escrever um artigo de  opinião?

 

Andréa Motta

Professora de Língua Portuguesa e Literatura no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro. Professora voluntária de Língua Portuguesa e Redação no Pré-vestibular Comunitário Padre José Maurício Nunes Garcia.