ENEM 2015 – Questões comentadas: Arcadismo

A série  ENEM – Questões  comentadas foi  criada no  blog  Conversa de Português em  2014 e consiste na  apresentação  das questões aplicadas no Exame Nacional do Ensino Médio e – a  partir da matriz de referência do  INEP –  a observação das competências  e habilidades correspondentes. A estrutura é a seguinte: apresentação da questão, competência e habilidade, gabarito oficial, comentário e link para estudos. Utilizo  o caderno amarelo como referência  para o  gabarito. Hoje  comentamos  a  questão  110,  cujo  tema foi  o  Arcadismo.

QUESTÃO 110

Casa dos Contos

 

 
& em cada conto te cont
o & em cada enquanto me enca
nto & em cada arco te a
barco & em cada porta m
e perco & em cada lanço t
e alcanço & em cada escad
a me escapo & em cada pe
dra te prendo & em cada g
rade me escravo & em ca
da sótão te sonho & em cada
esconso me affonso & em
cada claúdio te canto & e
m cada fosso me enforco &
(ÁVILA, A. Discurso da difamação do poeta. São Paulo: Summus, 1978.)

 

O contexto histórico e literário do período barroco- árcade fundamenta o poema Casa dos Contos, de 1975. A restauração de elementos daquele contexto por uma poética contemporânea revela que

(A) a disposição visual do poema reflete sua dimensão plástica, que prevalece sobre a observação da realidade social.

(B) a reflexão do eu lírico privilegia a memória e resgata, em fragmentos, fatos e personalidades da Inconfidência Mineira.

(C) a palavra “esconso” (escondido) demonstra o desencanto do poeta com a utopia e sua opção por uma linguagem erudita.

(D) o eu lírico pretende revitalizar os contrastes barrocos, gerando uma continuidade de procedimentos estéticos e literários.

(E) o eu lírico recria, em seu momento histórico, numa linguagem de ruptura, o ambiente de opressão vivido pelos inconfidentes.

Gabarito oficial : E

Competência de área 5 – Analisar, interpretar e aplicar recursos expressivos das linguagens, relacionando textos com seus contextos, mediante a natureza, função, organização, estrutura das manifestações, de acordo com as condições de produção e recepção.

H15 – Estabelecer relações entre o texto literário e o momento de sua produção, situando aspectos do contexto histórico, social e político.

H16 – Relacionar informações sobre concepções artísticas e procedimentos de construção do texto literário.

Comentário

Esta  é uma questão de nível difícil,  pois – em   uma  leitura desatenta –  o  estudante pode  não perceber  a  relação entre o texto de  1975 e a produção  literária do século   XVIII.  O  aluno deve  observar que  o poema usado no  Exame tem   características estéticas do  Concretismo, mas  sua  referência  são  os poetas árcades, envolvidos com a Inconfidência  Mineira.

A  primeira  referência  ao movimento  literário do   século XVIII é  o   título:  “Casa dos  Contos” é um dos  prédios  do  sistema de  museus de  Ouro Preto  (antiga  Vila  Rica). A  construção  foi, originalmente, a  “Casa de  Contratos”, destinada ao  recolhimento de  impostos;  no  entanto,  em  1789, passou a ser a Sede da Administração e Contabilidade Pública da Capitania de Minas Gerais (daí ser  chamada Casa dos Contos) e serviu de prisão aos  Inconfidentes (entre eles, os Tomás Antônio Gonzaga e  Claudio Manoel da  Costa).

O estudante deve   perceber  que  o   poema  é  uma descrição do prédio  onde  os  inconfidentes foram  presos: “… em cada  porta…”, “… em  cada arco…”, “… em cada  porta”…, “… em cada fosso…”, “… em cada Claudio…”.

Aprofunde  os  estudos:

Arcadismo

Tiradentes, os inconfidentes e a literatura

2 dicas de filmes para abordar o Arcadismo em sala de aula

ENEM 2015: Confira  nossa  análise das  questões 107 e 124 (Variedades linguísticas).

 

Gostou? Divulgue!

Andréa Motta

Professora de Língua Portuguesa e Literatura. Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.