O óculos ou os óculos?

 É muito comum ouvirmos a frase “Perdi  meu  óculos”, mas essa construção  está  correta? Há,  na língua portuguesa,  substantivos  que são  usados apenas no singular, outros que o são  apenas no  plural . Óculos pertence ao segundo  caso,  já que,  devido à sua origem latina,  a palavra significa olhos (plural).

Assim como óculos, também  só se empregam no  plural os seguintes substantivos: arredores, belas-artes,  cãs,  condolências,  férias,  fezes,  núpcias,  olheiras,  pêsames,  primícias,  e os nomes dos naipes de baralho (copas,  espadas,  ouros e paus).

Existem  outros  substantivos que são  usados  apenas no singular. É o que acontece com  os nomes dos metais  e nomes abstratos: ferro,  ouro,  cobre;  caridade,  fé, esperança. Tais substantivos têm outro significado  quando  são  usados no  plural.

Exemplos:

Aquela empresa faz extração de  cobre. (metal)

A casa custou-me muitos  cobres. (dinheiro)

Compramos  uma mesa de ferro. (metal)

O escravo  foi  posto a ferros. (aprisionado)

Leia mais  no  blog:

Concordância nominal

Concordância verbal

 

Fontes de pesquisa:

BECHARA, E. Gramática Escolar da Língua Portuguesa. 2.ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2010.

CUNHA, C;  CINTRA, L. Nova Gramática do Português Contemporâneo. 5.ed. Rio de Janeiro:  Lexikon, 2008.

 

 

Andréa Motta

Professora de Língua Portuguesa e Literatura no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro. Professora voluntária de Língua Portuguesa e Redação no Pré-vestibular Comunitário Padre José Maurício Nunes Garcia.