Acordo ortográfico: o uso da letra H

Especial de  Férias  Acordo Ortográfico começou na  segunda-feira, dia  4  de  janeiro, e  o objetivo  é  observar  todas as bases  do  Acordo Ortográfico  da  Língua Portuguesa,  vinte  e  uma  ao todo. Para  os  brasileiros, as  alterações  serão menos  significativas do que para  os  portugueses, mas  é  importante  conhecer  todas as   mudanças (ou não) deste   documento.  Hoje, publico a  Base II – Do  h inicial e  final.
1. O  h  inicial emprega-se:
a. por  exigência da etimologia: haver, hélice, hera, hoje, hora,homem, humor;
b. por  uso  já  consagrado, como nas  interjeições: hã?, hein?, hum!

2.  O h  inicial é  omitido:
a. quando, apesar da  etimologia, a sua  supressão está  inteiramente consagrada:  erva, em vez de   herva;  e, portanto, ervaçal, ervoso (contrapondo-se  a herbáceo, herboso,  formas  eruditas).
b. quando o  vocábulo  é   formado  por  composição e  o elemento  se  aglutina ao anterior: reaver, reabilitar, desarmonia, desumano.

3. O h  inicial mantém-se, no entanto, quando  numa palavra composta um elemento está  ligado  a outro por  meio do hífen: anti-higiênico, pré-história, sobre-humano.

4. O h final emprega-se em  certas   interjeições: ah! oh!


Amanhã  no  Especial  Acordo Ortográfico:  a  Base III –  Da  homofonia de   certos  grafemas  consonânticos.  Aguarde!

 

 

Gostou? Divulgue!

Andréa Motta

Professora de Língua Portuguesa e Literatura. Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.

Comentários