Acordo ortográfico e acentuação (parte I)

 

Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa aborda   acentuação gráfica  das palavras  em suas bases  VIII  a  XIII.  Devemos sempre nos  lembrar de  que  toda palavra é  acentuada, porém  apenas algumas têm tal  acento  exposto  na  escrita; a  isto  chamamos de  acento tônico e  acento   gráfico.
O  acento  tônico recai  sempre  sobre  a  sílaba que exige maior esforço expiratório de  voz;  o acento gráfico  mostra,  por  meio de  um  sinal,  qual  é  esta    sílaba.  Por  que, então, nem todas  as palavras são acentuadas graficamente?  Porque  o acento  gráfico aparece  apenas  na  minoria  das   palavras.  Quando, por  exemplo,  dizemos que  “todas  as  palavras  proparoxítonas   são acentuadas”  estamos  afirmando  que,  na  língua portuguesa, as  palavras  proparoxítonas (aquelas cuja sílaba tônica  é a antepenúltima)  são a  minoria.  
Vejamos  como  ficou a acentuação gráfica com  o   Acordo de    1990.
1 . Acentuam-se com  acento  agudo ( que  marca  o   timbre  aberto):
a)   monossílabos tônicos  terminados  em A, E e  O, seguidos  ou não de s: pá,  pás, céu,  réu,  réis, rói, pó.
b)  as oxítonas terminadas nas vogais  tônicas abertas A, E e O, seguidos  ou  não de s  (regra  que também se  mantém  inalterada): ananás,  alguém, até,  armazéns, acém, harém, porém, também.
c) as   formas   verbais oxítonas que,  quando conjugadas com  os pronomes lo(s) ou la(s), sofrem a  perda das consoantes  finais: adorá-lo, dá-las.
d) as oxítonas  terminadas com  os ditongos  abertos –éi, –éu ou –ói, seguidos  ou   não de  s: anéis, papéis, chapéu, chapéus, herói.
2. Acentuam-se  com acento   circunflexo (que marca o  timbre  fechado):
a) as  monossílabas e oxítonas terminadas em vogais tônicas fechadas  terminadas  em EO: cortês, dê, lê, português, você, avô,  pôs,  robô.
b) as formas   verbais oxítonas terminadas  em vogais fechadas: detê-lo, fazê-la.

Fonte de  pesquisa:
ACADEMIA Brasileira de  Letras.   Vocabulário Ortográfico da Língua  Portuguesa. 5.ed. São Paulo: Global,2009.

 

Andréa Motta

Professora de Língua Portuguesa e Literatura no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro. Professora voluntária de Língua Portuguesa e Redação no Pré-vestibular Comunitário Padre José Maurício Nunes Garcia.