Pergunta dificílima: era ou eram meio-dia e meia?

É possível  encontrar de  tudo nas  redes  sociais:  dos  tópicos  mais  sérios às  bobeirinhas  só para  passar  o tempo. Em   nossa  linha  do  tempo, sempre  surgem  aqueles testes divertidos: “Quem   seria   você  em   Star Wars?”, “Que   cor   você  seria?” e  outras  do  tipo.  Hoje,   10 de  janeiro,  vi   alguns  amigos   compartilharem  um  outro  teste: “Você consegue  completar essas  15  frases  dificílimas?”. Resolvi  brincar também!

As  tais  “frases dificílimas”  –  nem tanto! – eram  questões  sobre  regência e concordância. Uma  delas  chamou  mais  a  atenção do  que as outras:

meia

Estava  claro  que a  pergunta  era  sobre a concordância com a  palavra meia;  logo, vamos   direto ao  ponto: meio-dia e  meia.  A expressão   significa  12h30meio dia  + meia  hora.  Ninguém erra ao  dizer  “sete e  meia”, “onze e  meia”, certo? O  raciocínio  é  exatamente  o  mesmo!

meio

Voltemos  ao   título do nosso texto: “Era ou  eram meio-dia e  meia?”. Ironicamente,  o  teste  sobre  língua portuguesa contém  um deslize de concordância  verbal.  Do ponto de  vista normativo, o verbo   ser, nas  indicações de  horas,  concorda com  o  numeral que  vem  depois   dele.  Como   sabemos,  em  meio-dia, temos  um numeral   fracionário; logo,  a   frase  do  teste deveria  ser “Era meio-dia e  meia.”  O  que   pode  ter induzido ao   uso do  verbo  no plural? Talvez, a  ideia  de  “meio dia mais   meia  hora”.  A questão  é que a  concordância  com  o   verbo ser tem  um  monte de  regrinhas.  Veja algumas:

verbo serQue  tal   fazer  o  nosso  simulado  sobre concordância   verbal e  testar se sabe outras regras?  Clique AQUI.