Adequação e inadequação linguística

Você  fala com seus  pais do  mesmo  jeito que  fala  com seus  amigos?  O  seu vocabulário e  a sua  expressão  linguística são  os  mesmos nas  redes sociais,  no  seu  trabalho ou  na  escola? É provável  que  você  tenha respondido não  a  todas  as  perguntas. E,  por  quê? Porque adequamos  nossa linguagem  ao contexto de comunicação.

Em Estudos  de Linguagem,  contexto é  a circunstância  em  que ocorre o  ato  de comunicação e  é formado por  elementos linguísticos elementos  não linguísticos (o  local,  a época, o assunto, os  interlocutores, as  relações sociais ou profissionais envolvidas). Dele dependem as respostas para as perguntas feitas no primeiro  parágrafo deste  texto!

aula

No  poema de  Carlos  Drummond de  Andrade, o eu  lírico  aborda dois aspectos da língua:  os  estudos  de  Gramática –  entendida aqui como  uma disciplina escolar – e  o  uso do  dia a dia.  Veja que ele  afirma  haver  dois “português”:  “superfície estrelada de  letras”  e  “a língua em  que  comia”;  compreendemos, assim,  que o autor  destaca as  diferenças  entre língua  escrita e língua  oral.  Também  podemos  concluir que adequamos  nossa expressão linguística  a  uma  e  a  outra.

Quais  fatores contribuem para  adequação linguística?

 contexto

Andréa Motta

Professora de Língua Portuguesa e Literatura no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro. Professora voluntária de Língua Portuguesa e Redação no Pré-vestibular Comunitário Padre José Maurício Nunes Garcia.