Vamos espalhar livros outra vez?

O Bookcrossing Blogueiro  chega  à  décima edição!  Luma   Rosa, editora  e  proprietária do blog Luz de  Luma,  lançou a campanha, que  acontecerá no período de 16 a 23 de abril. Qualquer um pode participar, independentemente  de  ter ou  não  um  blog: basta escolher um  livro e “esquecê-lo” em  algum lugar de muito movimento para  que ele seja  encontrado por  outra  pessoa.

Esta  é a  segunda  vez que  participo com  o  Conversa de Português.  Como  expliquei na  outra  edição,  minha  adesão se  deu  por  eu   considerar o evento  uma  campanha importantíssima de  letramento. Não cabe  aqui  usar o termo alfabetização, visto que ninguém  ensinará  a  ler ou  a  escrever; o objetivo é incentivar a prática social  de  leitura.

10edicao_Bookcrossing_Blogueiro

Já que se compreende o  termo letramento como   uma  prática social de  leitura e  escrita (KATO, 1990),  é   importante  pensarmos  sobre o   incentivo  à  leitura desde  a  infância.  Em  2012, publiquei  um  texto  em  que  eu   perguntava  aos  leitores o  que eles  faziam  para  incentivar  as  crianças  a  ler;  curiosamente (ou infelizmente) poucos  responderam!  A  “leitura”  que  eu  fiz   disso   foi:   não incentivamos!  A  campanha  BookCrossing Blogueiro  tem  uma   versão para  crianças,  criada  pela Trícia  Ferreira, e  funciona do  mesmo jeito que  a  versão para  os   adultos e os  pequenos   podem   participar  doando até gibi:

Como  é  feita  a adesão ao movimento?

1. Escolha um livro.

2. Coloque dentro um  bilhete com a  explicação de que  o  objeto não está  perdido  e convidando  quem o encontrou a  lê-lo e  passá-lo adiante.

3. Deixe-o  em  um lugar  público.

4.  Se  você tiver  um blog,  escreva  um artigo contando como   foi sua  experiência.

5. Se  você   não tem um blog, mas  está  nas  redes sociais, divulgue  sua ação por  lá. Nosso  movimento também está  sendo divulgado no  Facebook!

6. Se  você   não tem   blog, nem  conta  nas  redes sociais, participe assim  mesmo; ou apenas  divulgue a ação entre  seus  amigos!

 

Eu confesso  que  para  mim a  campanha  é  um grande exercício de   desapego,  pois  sou extremamente  possessiva com  os  meus  livros, mas  eu sou educadora   antes de  ser  qualquer  outra coisa e  não consigo imaginar  um mundo onde as  pessoas  vivam  sem  leitura!  Desapegue  também  e  participe!

Veja  como   foi a  participação do  Conversa de Português  na  9ª edição:

9º BookCrossing Blogueiro – Vamos espalhar livros por aí?

9º BookCrossing Blogueiro –  Missão cumprida!

 

Referência bibliográfica:

KATO, M.  No mundo da escrita: uma perspectiva psicolinguística. 3.ed. São Paulo: Ática, 1990.

Gostou? Divulgue!

Andréa Motta

Professora de Língua Portuguesa e Literatura. Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.

Comentários

  1. Oi, Andréa!
    Por coincidência, estou vindo de um blogue onde a Gisele conta como incentivou seus filhos a gostar de ler. Confesso que seu blogue tem uma grande atividade e me surpreendo sempre que lá chego. Como aquelas crianças gostam de ler! 😀 Se quiser dar uma lida no post, segue link
    Ainda não tinha olhado o BookCrossing como prática de letramento, até porque não sabia da denominação “prática social de leitura e escrita”. Gostei demais!! 🙂
    Obrigada por mais uma vez estar presente no BookCrossing Blogueiro!!
    Beijus,

    1. Oi, Luma! Obrigada pela visita! A discussão sobre letramento – e sua diferença da alfabetização – é relativamente recente no Brasil, pois o termo só apareceu na Educação e na Linguística na década de 1980.

      Muito obrigada por sugerir o blog da Gisele; é fantástico!