[Produção textual] Estruture o parágrafo II: aprenda a desenvolver bem suas ideias.

A estrutura básica de um parágrafo-padrão é constituída por tópico frasal, desenvolvimento e conclusão – um modelo que reflete a construção geral de um texto dissertativo-argumentativo. Neste post, vamos observar a elaboração do desenvolvimento de um parágrafo.

 Garcia (2007) aponta algumas  qualidades do  parágrafo e  da frase em  geral.  Vejamos  algumas delas:

 

I. Tópico frasal explícito

Já explicamos, em outro texto, que o tópico frasal contém  a ideia principal do parágrafo e apresentamos algumas das diversas  feições que tal  elemento pode  assumir:  declaração  inicial, definição, divisão e interrogação.

Em que  consistiria  o domínio do  português padrão? Do  ponto de vista da escola,  trata-se em especial (embora  não só)  da aquisição de determinado grau de  domínio da escrita e da leitura. É evidentemente difícil  fixar os   limites mínimos satisfatórios que os  alunos deveriam poder atingir […]. (POSSENTI,  2012, p. 19)

II. Evite  detalhes  irrelevantes ou  redundantes

Observe  o  exemplo:

O assassínio do presidente Kennedy, naquela triste tarde de  novembro,  quando percorria a cidade de Dallas, aclamado por numerosa multidão, […] chocou a humanidade inteira não só  pelo impacto emocional provocado pelo sacrifício do jovem  estadista americano,  mas também por  uma  espécie de  sentimento de  culpa coletiva. (GARCIA, 2007, p. 271 – adaptado)

Os pormenores sublinhados são dispensáveis  para  a compreensão do texto.  Vejamos como fica o mesmo texto sem os  trechos sublinhados:

O assassínio do presidente Kennedy chocou a humanidade inteira não só pelo impacto emocional, mas também por  uma  espécie de  sentimento de  culpa coletiva.

III. A mesma ideia-núcleo não deve vir fragmentada em parágrafos distintos.

Como  já  explicamos  em  nosso texto sobre o tópico frasal, o redator deve  sempre  lembrar  que  cada parágrafo corresponde a uma  ideia a  ser  desenvolvida. Observe um caso em  que a  ideia-núcleo foi espalhada  por  diversos  pseudoparágrafos:

Diversos fatores têm sido responsáveis pelas transformações que se estão verificando na região de  colonização estrangeira.

O  rádio é  um deles; o  cinema, o outro; a  facilidade de  transportes, com  estradas e veículos igualmente. (GARCIA, 2007, p. 273 – adaptado)

Note  que o tema é  o  mesmo  nos   dois “parágrafos”; o  segundo apresenta  apenas  a  explanação dos  fatores   citados  no tópico frasal.

 IV.  Estabeleça  coerência e coesão

Podemos dizer que a coerência  está relacionada à “possibilidade de estabelecer  um sentido para  o texto” (KOCH, 2004,  p. 21), enquanto a  coesão é a relação estabelecida entre  as  partes do texto.  Sugerimos a  leitura do  texto  Coesão: como costurar as parte do texto?.

 

Referências  bibliográficas:

GARCIA, O.M. Comunicação em prosa moderna.  27. ed. Rio de Janeiro: 2007.

KOCH, I.V.; TRAVAGLIA, L.C. A coerência textual. São Paulo:  Contexto, 2004.

POSSENTI, S. Por que  (não) ensinar gramática  na escola. Campinas: Mercado das  Letras, 2012.

Andréa Motta

Professora de Língua Portuguesa e Literatura no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro. Professora voluntária de Língua Portuguesa e Redação no Pré-vestibular Comunitário Padre José Maurício Nunes Garcia.