Filmes nacionais farão parte dos currículos escolares brasileiros

Lei nº 13.006, de  26 de  junho de  2014, alterou o  Artigo 26 da  Lei 9. 394, de  12 de  dezembro de  1996, a  Lei de  Diretrizes e  Bases  da  Educação Nacional. De acordo com o novo texto, todas  as escolas públicas  e particulares de educação básica são  obrigadas  a  exibir, pelo  menos, duas  horas  mensais  de  filmes brasileiros.

Veja abaixo o artigo que  foi alterado pela   nova lei:

Art. 26 – § 8º A exibição de filmes de produção nacional constituirá componente curricular complementar integrado à proposta pedagógica da escola, sendo a sua exibição obrigatória por, no mínimo, 2 (duas) horas mensais.

 

Nós  já comentamos diversos   filmes  aqui no  blog. Veja  abaixo alguns   títulos de   filmes e   documentários que podem  ser úteis  às aulas  de  língua  portuguesa e  literatura.

 

Documentários

Língua:  vidas  em  português – O documentário luso-brasileiro, dirigido por  Victor  Lopes,  retrata a  vida  nos  países de   língua  portuguesa.  O  professor   pode   utilizá-lo  para  abordar a  expansão da   língua portuguesa.

O habitante  da Pasárgada – O  documentário foi  produzido  pelo  cronista  Fernando Sabino e  faz  parte do DVD Encontro  Marcado com o  Cinema.

Filmes

O auto da  Compadecida  – A  produção de  2007  pode ser  utilizada para a  abordagem de  diversos  assuntos:  literatura de  cordel, autos, modernismo   brasileiro.

Morte e  vida severina  – Há  duas  versões  cinematográficas  da  obra de  João Cabral de  Melo  Neto: a  primeira, produzida  em 1977 e  dirigida por  Zelito  Vianna; a segunda,   uma  produção animada de  2011.  Em sala   de  aula,  pode  ser  aproveitado para  a discussão acerca da  obra de  João  Cabral e  o  Modernismo. O  professor  também  pode conduzir a   turma  na  discussão sobre a adaptação de  obras   literárias.

A morte e a morte  de Quincas  Berro D’água, produção baseada na obra de  Jorge Amado.

Se não conseguir  visualizar  o  player,  clique AQUI.

 

A  morte e a  morte de  Quincas  Berro D’água –   A  obra   foi publicada  por   Jorge Amado em  1959 e  adaptada para  o cinema  em 2010, sob  direção de  Sérgio Machado.

Leia  mais  no   blog:

25   filmes  inspirados  na  literatura.  –   Seleção de  filmes  inspirados  na   literatura.

Andréa Motta

Professora de Língua Portuguesa e Literatura no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro. Professora voluntária de Língua Portuguesa e Redação no Pré-vestibular Comunitário Padre José Maurício Nunes Garcia.