ENEM 2014 – Questões comentadas: Figuras de linguagem

Este é o terceiro  texto da nossa  série  de  questões  comentadas  do ENEM 2014 e   usamos como base o caderno  rosa do Exame.  Confira  a  nossa análise das questões  98 e 117.

QUESTÃO 98

O negócio

Grande  sorriso do canino de ouro, o  velho Abílio propõe  às  donas  que se  abasteçam de  pão e banana:

– Como  é o negócio?

De  cada  três  dá certo com  uma. Ela sorri, não responde ou  é  uma  promessa a recusa:

– Deus  me  livre, não! Hoje   não…

Abílio interpelou a velha:

– Como  é  o negócio?

Ela  concordou e, o  que  foi  melhor, a filha  também  aceitou o trato. Com a  dona  Julietinha  foi assim. Ele se  chegou:

–  Como  é  o negócio?

Ela  sorriu, olhinho baixo. Abílio espreitou o cometa  partir. Manhã cedinho saltou a cerca. Sinal combinado, duas batidas  na  porta da cozinha. A  dona saiu para  o quintal, cuidadosa de não acordar os filhos. Ele  trazia a capa da viagem, estendida na grama orvalhada.

O vizinho espionou os dois, aprendeu o sinal. Decidiu imitar a proeza. No crepúsculo, pum-pum, duas  pancadas  fortes  na  porta. O  marido em viagem, mas não  era de dia do Abílio. Desconfiada, a  moça  chegou à janela e o vizinho repetiu:

– Como  é  o negócio?

Diante da recusa, ele ameaçou:

– Então você  quer o  velho e  não  quer o moço? Olhe  que  eu  conto!

(TREVISAN, D. Mistérios de  Curitiba. Rio de  Janeiro: Record, 1979 (fragmento)).

Quanto à abordagem do tema e aos recursos expressivos, essa crônica  tem  um caráter

(A) filosófico, pois reflete  sobre as  mazelas sofridas pelos vizinhos.

(B) lírico, pois relata com  nostalgia o relacionamento da vizinhança.

(C) irônico,  pois apresenta com malícia a  convivência entre  vizinhos.

(D) crítico, pois  deprecia o  que  acontece nas  relações de  vizinhança.

(E) didático, pois expõe uma conduta  ser  evitada na  relação entre vizinhos.

Gabarito oficial: C

Competência:

Competência de área 5 – Analisar, interpretar e aplicar recursos expressivos das linguagens, relacionando textos com seus contextos, mediante a natureza, função, organização, estrutura das manifestações, de acordo com as condições de produção e recepção.

Habilidade:

H16 – Relacionar informações sobre concepções artísticas e procedimentos de construção do texto literário.

Comentário: O estudante deve  observar que o conteúdo cobrado pela  questão  são as  figuras  de  linguagem (recursos  expressivos). O  fragmento utilizado pela banca  é   construído com   base na  ironia, o  que  se  observa  por  meio da   frase  recorrente “Como  é  o negócio?”.

QUESTÃO 117

enem14q117

Os  meios de  comunicação podem contribuir para a resolução de problemas  sociais, entre os  quais o da  violência sexual infantil. Nesse sentido, a  propaganda usa a metáfora do pesadelo para

(A) informar  crianças vítimas de  violência sexual sobre os  perigos dessa prática, contribuindo  para  erradicá-la.

(B) denunciar  ocorrências de abuso sexual contra meninas, com o   objetivo de  colocar  criminosos na cadeia.

(C) dar a devida dimensão do  que  é  abuso sexual para  uma criança, enfatizando a  importância da denúncia.

(D) destacar  que a violência  sexual  infantil  predomina durante  a noite,  o  que requer maior cuidado dos responsáveis  nesse período.

(E) chamar a  atenção para o  fato de o abuso infantil durante  o sono, sendo confundido por  algumas  crianças com um  pesadelo.

Gabarito oficial: C

Competência: Competência de área 5 – Analisar, interpretar e aplicar recursos expressivos das linguagens, relacionando textos com seus contextos, mediante a natureza, função, organização, estrutura das manifestações, de acordo com as condições de produção e recepção.

Habilidade:

H15 – Estabelecer relações entre o texto literário e o momento de sua produção, situando aspectos do contexto histórico, social e político.

Comentário: Nesta questão,   o recurso expressivo  considerado pela   banca  foi explicitado no enunciado da  questão: metáfora. A figura  de  linguagem é utilizada de  duas  maneiras:  por  meio do  texto verbal (“…  pesadelo chega  antes  do sono”) e  do texto não verbal (o  monstro disforme usado como ilustração). O  candidato deve  atentar  para o  fato de  que  a questão  não cobrou apenas  o conhecimento de  conteúdos escolares, mas  também sua atenção sobre  um tema social relevante.

Aprofunde  os estudos:

Figuras de  linguagem

Veja  também as  análises  anteriores:

Questões 96, 108 e 118 – Funções da linguagem

Questão 97 – Pré-Modernismo

Andréa Motta

Professora de Língua Portuguesa e Literatura no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro. Professora voluntária de Língua Portuguesa e Redação no Pré-vestibular Comunitário Padre José Maurício Nunes Garcia.