19 de abril: aniversário do Bandeira

 “Eu  faço  versos  como quem morre.”

(Manuel  Bandeira. Desencanto)

Hoje, 19 de abril de  2014, comemora-se o 128º aniversário natalício de  Manuel Carneiro de Souza Bandeira Filho. O  poeta pernambucano nasceu em Recife e faleceu  no  Rio de  Janeiro, em   13  de  outubro de  1968. Como artista da  literatura,  Bandeira é  um dos nomes  mais importantes do Modernismo brasileiro.

Bosi (1999) lembra-nos de  que  Bandeira era  o  mais   velho entre os  poetas  que  fizeram  parte da Semana de  Arte Moderna e que, como  um gracejo por  parte de Mário de Andrade,  chegou a  ser  chamado de “São João Batista do movimento”. Com essa brincadeira, podemos  inferir  que Mário considerava  Manuel o  precursor do  movimento  modernista, embora fosse  possível  observar  a influência  simbolista no início de  sua produção.

Em O itinerário da Pasárgada,  Bandeira declarou que   viu-se “associado a uma  geração que,  em   verdade,   não era a minha, pois  excetuados Paulo Prado,  Oswald de  Andrade  e  Guilherme de  Almeida, todos aqueles  jovens eram  em  média uns  dez  anos mais moços  do que  eu” (JARDIM, 2011, p.39).

 

Como  comemoração ao aniversário do poeta, sugerimos  o documentário O homem de  Pasárgada.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=acWHzVBs394[/youtube]

Se não conseguir visualizar o  player,  clique AQUI.

Faça  o  simulado sobre  o  Modernismo. Clique  AQUI.

Referências:

BANDEIRA, Antologia poética. 12.ed.Rio de Janeiro:  Nova  Fronteira,  2001.

BOSI, A. História concisa da literatura brasileira. 33. ed. São Paulo: Cultrix, 1999.

JARDIM, M.F. Manuel  Bandeira e a poesia modernista.  Revista Letras de  Hoje, Porto Alegre, v. 46, n.2, p.37-42, abr./jun. 2011 . Disponível  em: <http://revistaseletronicas.pucrs.br/fale/ojs/index.php/fale/article/viewFile/9491/6582> . Acesso em  19 abr.  2014

Andréa Motta

Professora de Língua Portuguesa e Literatura no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro. Professora voluntária de Língua Portuguesa e Redação no Pré-vestibular Comunitário Padre José Maurício Nunes Garcia.