Você sabe o que é um palíndromo?

A  imagem a seguir pode ilustrar o que  significa a palavra palíndromo. Observando-a da esquerda para a direita ou o inverso, temos a mesma sequência: duas mãos que se desenham  simultaneamente. Em linguagem, o processo  é semelhante: palíndromo é uma palavra, frase ou  sequência de unidades  que podem  ser lidas em  qualquer direção.

palindromo

O  professor  Massaud Moisés explica no  Dicionário de termos literários:

Mera curiosidade literária, ou  jogo  pueril, teria sido criado  por Sotades, poeta grego do  século III a.C. No entanto, atribui-se a  Gregório de  Nazianzus o  exemplo  helênico  mais conhecido: “Nispon anomemata  me monan opsin” (“Lave seus pecados, não  apenas suas mãos”. Um dos  mais  célebres palíndromos latinos  foi encontrado  em  uma parede em  Cirencester, na Inglaterra. Em tradução aproximada, […] teríamos: “Arepo, o  semeador (SATOR), segura as rodas [do arado] (TENET ROTAS) durante o   trabalho (OPERA)”. (MOISÉS, 2004, p. 334)

TENET

Também  podemos  brincar com os   números:

palindromo

Arnaldo Antunes,  compositor e integrante da banda Titãs,  é autor de livros de  poesia – como  Tudo  e Psia – e foi estudante de Linguística pela USP.  Como  poeta, concedeu  uma entrevista à Revista Língua Portuguesa  em que explicava a poesia rio.

Às vezes,  a criação exige uma dada forma,  não aconteceria de outro  jeito. Um poema como, por exemplo, o rio: o ir, publicado  em  meu livro   2 ou  + corpos no mesmo espaço, numa versão circular, com  inversão da posição de algumas  letras.  A ideia de movimento nele está tão  integrada a essa versão gráfica que o poema não se realizaria se  não fosse assim. Isso de o  rio  encarnar a própria metáfora do ir só  se efetiva porque o  palíndromo é  multiplicado  nesse círculo.  (JUNIOR, 2006,  p. 16)

 rio

Em 2001, o cineasta Philippe Barcinski dirigiu o curta-metragem Palíndromo  que recebeu prêmios nos  festivais de Cannes e Gramado. A história era mostrada em  ordem  cronológica, porém  com  a câmera posta de cabeça para baixo e com o filme posto ao contrário.  Ao  ser editado e montado,  a  história começava pela última cena e o espectador via a sucessão invertida dos acontecimentos; os  personagens andam  de costas e a música também  é  reproduzida de forma  invertida. Veja abaixo  um trecho do filme:

Se não conseguir  visualizar o  player,  clique AQUI.

Referência:

JUNIOR, L.C.P. Concretas palavras. Revista Língua Portuguesa. São  Paulo: Segmento,  2006, p. 16.

MOISÉS, M. Dicionário de termos  literários. 12.ed. São  Paulo: Cultrix, 2004.

 

Andréa Motta

Professora de Língua Portuguesa e Literatura no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro. Professora voluntária de Língua Portuguesa e Redação no Pré-vestibular Comunitário Padre José Maurício Nunes Garcia.