Dificuldades linguísticas

5 123
Na   língua  portuguesa,  algumas  palavras   e  expressões  podem  suscitar   dúvidas quanto ao seu emprego.  Pensando   nisso, selecionei  algumas   expressões de   uso corriqueiro, mas  que   provocam  confusão e  publicarei  uma série de   quatro artigos   sobre  elas.

 

A / há

Emprega-se em   referência a tempo passado, equivalendo ao  verbo  “fazer” (Recomendo  a  leitura do   texto “Faz cinco anos – um caso de  concordância”);  a é  utilizado como  preposição  nas indicações de  tempo  futuro.

dias que  chove muito em  São Paulo.
Não vejo meus   primos   meses.
Daqui a pouco  falo com  você.
Meu   irmão, que mora  no exterior,  voltará  daqui a um ano.

A fim de /  afim

A fim de é   uma   locução  que  indica finalidade;  afim é  um  adjetivo e  significa “semelhante”.
Telefonou para  o escritório a  fim de justificar  o atraso.
Nós  temos temperamentos afins.
A meu ver

A expressão   significa “na  minha opinião”.
A meu   ver este será   um ótimo  ano.



A par /  ao par

Usa-se  a par com o  significado de “bem  informado” e ao par significando equivalência  cambial.

Estou a  par de  suas   decisões.
O dólar  e  o euro  estão ao par.

À  toa / à-toa


À toa é uma locução  adverbial  de   modo, que significa “sem  razão” , “inutilmente”;  já  a expressão à-toa é   um adjetivo  que   significa “inútil”, “desprezível”.
Continuava à toa.
Esse foi um gesto   à-toa e precipitado.
Acerca de / há cerca de

Acerca de é   uma locução  prepostiva  e   significa  “a respeito de”.  Há  cerca de  equivale  a   “Há  aproximadamente”.
Envie-me   um email acerca de suas   dúvidas.

Há  cerca de uma semana recebi  um cartão-postal.
Ao invés de /  em   vez  de

Ao  invés de  significa “ao contrário de”;   em vez de  corresponde  a “no lugar de”.
Ao invés de chamar a polícia, correu atrás do ladrão.
Em vez  de Ana, apareceu  a  irmã.
Aonde/ onde
Emprega-se  aonde com  verbos  que indicam   movimento em  direção a algum lugar. Com  verbos que   não   transmitem essa  idéia, usa-se  onde.

 

Aonde você pensa   que   vai?
Aonde ele   foi?
Onde você  está?
Onde você  mora?
Bem-vindo / Benvindo

Bem-vindo é   um adjetivo composto;  Benvindo é nome  próprio.
Seja  bem-vindo a  este  blog.
Benvindo é  o pai  daquelas  crianças.
Botijão de gás /  bujão  de  gás

As duas   formas são corretas, referindo-se ao recipiente  usado para  armazenar  o gás.
Comprou   outro  botijão / bujão de   gás.



Catorze / quatorze

As duas   formas  estão  corretas.
Minha  sobrinha  tem   catorze / quatorze anos.



Champanha / champanhe

As  duas formas   estão  corretas, porém trata-se de   um  substantivo   masculino  de   origem   francesa.
Serviram  o champanha/ o  champanhe.
Cólera

Quando significa “raiva”, “fúria”, cólera é   substantivo  feminino.   Quando  se   trata  da  doença, o   substantivo  pode  ser  usado  como  feminino ou  masculino.
João, irritado  com  as provocações,  foi   tomado  por   uma   cólera súbita.
O   combate  do /da cólera continua  por   todo  país.
Tagged with:
Andréa Motta

Professora de Língua Portuguesa e Literatura. Especialista em Teoria Literária pela UERJ. Mestranda em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal Fluminense. Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.

View all contributions by Andréa Motta

Website: http://conversadeportugues.com.br/sobre/

Similar articles

5 Comentários

  1. SAM 28 de janeiro de 2009 at 16:30

    Faltou uma, minha amiga, que só descobri há algum tempo: “ao encontro” e “de encontro” ;)

    Publiquei um artigo numa revista online e o primeiro comentário que recebi foi de um leitor dizendo do meu erro. Aprendi na hora! Nada como termos leitores atentos! hehehehe

    Estou recomendando este blog prum montão de pessoal :D

  2. Andréa Motta 28 de janeiro de 2009 at 17:51

    Tem razão, Sam, eu esqueci mesmo. Prometo falar sobre essas expressões no segundo texto sobre o assunto. Um abraço!

  3. deliane 26 de novembro de 2012 at 22:08

    amei tira minhas duvidas não tenho muito a fala so elogiar parabéns

    • Andréa Motta 27 de novembro de 2012 at 23:36

      Deliane, muito obrigada pela sua visita!

Não conseguiu comentar com a conta do Facebook? Comente aqui!

Professores na web

Propriedade

Protected by Copyscape Duplicate Content Penalty Protection

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.